Sala de Cultura Leila Diniz recebe exposição sobre a “ditadura da beleza” e seus efeitos

Autores

gu m c

 “Medidas Extremas” retrata a dualidade entre magro e gordo

  A beleza, um dos temas mais abordados na história da arte, recorrente, perseguido e desejado na atualidade, invade a Sala de Cultura Leila Diniz. A exposição “Medidas Extremas”, do artista plástico Marcelo Magon, retrata o exagero, o erotismo e até a ironia de quem busca a beleza e magreza como objetivos de vida. A mostra entra em cartaz a partir do dia 5 de setembro e permanece até 3 de outubro.
    Na mostra “Medidas Extremas”, o artista propõe uma reflexão e um desafio ao espectador: a aceitação das diversidades do indivíduo. Apesar das mulheres serem o público alvo da exposição, devido às transformações que realizam em busca do ideal da beleza, qualquer um pode se identificar com a temática. Afinal, todos sofrem as pressões que são impostas pela sociedade e indústria da beleza.
    Marcelo explica o motivo de retratar a “ditadura da beleza”. Segundo ele a sociedade atual constrói e dita os modelos de beleza a serem seguidos os quais têm um ideal de exclusão, fundado na dualidade gordo versus magro.  Para o artista, esta tentativa de homogeneizar a beleza ignora a diversidade das aparências, uma característica do ser humano.
    “Mais do que uma relação cotidiana, o debate sobre a beleza é também uma questão histórica, cuja análise mostra relações de poder, pelos meios de comunicação de massa, que reproduzem em seus canais de forma incessante a imagem estereotipada do ‘belo’. Tento fazer uso dessa imensa questão filosófica atual de atribuir beleza a quem é magra e feiura a quem é gorda e tratar de casos delicados como a obesidade e a anorexia, com uma abordagem pop e muitas vezes humorística”, revela o artista.
    Marcelo garante que o público pode tanto se identificar, quanto tirar suas próprias conclusões sobre a “ditadura da beleza”. O visitante da exposição “Medidas Extremas” é convidado a emergir em uma viagem simbólica sobre o tema que possui as mulheres como principal alvo, incomodando-a e interverendo em sua autoestima, declara o artista.
  • Serviço
    Exposição MEDIDAS EXTREMAS
    Local: Sala de Cultura Leila Diniz
    Endereço: Rua Professor Heitor Carrilho 81, Centro de Niterói.
    Data: 5 de setembro a 3 de outubro
    Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 10h às 17h
    ENTRADA FRANCA

Fonte: Sala de Cultura Leila Diniz

por Cláudio Barbosa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: