Abertura do Centésimo Programa do “Grupo Mônaco de Cultura & Saúde”, em 27/11/2012

· Cultura, Presidente
Autores

SAM_0472

”Grupo Mônaco de Cultura e Saúde.”

“A formação da Roda do Café Paris, assinalou um período de profunda revolução intelectual nos meios sociais e literários da antiga capital do estado.

O grupo buscava um lugar ao sol!

Reagia e produzia assaltando salões, invadindo redações, forjando seu público, impondo o valor de cada um.

Metidos no fundo do Café Paris, ali traçavam planos, criavam!

Escreviam livros, poesias, artigos, fundavam Jornais e Revistas.

Ali também quebravam literatos de vidro, destruíam culturas suspeitas, e fustigavam os conhecimentos de almanaque.

Qualquer festa de que participavam constituía acontecimento de significação especial e ponto de atração da sociedade.

Datas por vezes imprecisas, nos fazem admirar a dedicação de memorialistas e pesquisadores da Literária Fluminense.

Segundo Kleber de Sá Carvalho, a Roda do Café Paris formou-se em 1922, pois muitos livros surgiram nessa época.Já Lourenço Araújo afirma que, o Cenáculo Ambulante fora fundado em 1898.”

O texto que aqui trouxe, de autoria do escritor Wanderlino Teixeira Leite Neto, fora extraído de seu precioso Livro: Passeio das Letras na Taba de Araribóia.

———————————————————————-

Fato é que, O Café Paris foi o ponto de partida para fundação de várias instituições literárias e culturais , que temos hoje na Cidade de Niterói.

E cá estamos hoje, para ressaltarmos a importância da Unitevê- Uff e TV O Flu,que sabiamente, abriram espaço , para realização do Programa: “Grupo Mônaco de Cultura e Saúde”.Onde semanalmente, somos presenteados com assuntos trazidos por Carlos Mônaco e Elizabeth do Valle.  Ambos completamente envolvidos com a Cultura, Arte, Filosofia, Bem Estar  a Saúde.

A Iniciativa e dedicação de todos os envolvidos neste belo projeto são dignas de nosso reconhecimento e respeito, pois vêem prestando louvável favor a cultura, iluminando nossas terças- feiras.

E por falar em Iluminação, apesar da Chuvosa tarde, deixo aqui a trova de Luiz Pizzotti Frazão, cujo o tema é  o Sol:

“Bendito sejas, Amigo,

Jorrando luz na amplidão,

Tu que lourejas o Trigo
De que fazemos o pão!..”

Carlos Mônaco e Elizabeth do Valle declaram sobre essa maravilhosa comemoração junto aos amigos que tem acompanhado o programa e as gravações:

SAM_0473

“Estou orgulhoso pelo espaço cedido aqui. E agradeço ao presidente-diretor da Nova Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro Haroldo Zager”, agradeceu  Carlos Mõnaco.

SAM_0482

“O número 100 é simbólico, pois já fizemos mais de 100 programas na TV – Universitária da UFF (Unitevê). Apresento a parte de saúde no programa, e sabemos que a saúde está sucateada, isto é, precisamos alertar sobre a saúde em Niterói. Nossa parceria com a Imprensa Oficial é uma amizade entre Mônaco e Haroldo Zager, presidente-diretor da Nova Imprensa Oficial”, afirmou Elizabeth do Valle.

Fonte: Chistina Pizzotti

por Cláudio Barbosa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: