Xerém, 4º Distrito de Duque de Caxias (RJ) está sobre estado de alerta com o desabamento que houve na última quinta-feira (03/01)

· Catástrofe Ambiental, Cidade
Autores

SAM_1242

A Prefeitura de Duque de Caxias junto ao Governo do Estado do Rio de Janeiro estão mobilizados para atender mais de 100 mil pessoas que foram afetadas na região atingida pelo desabamento em Xerém, 4º distrito de Duque de Caxias, Baixada Fluminense (RJ).

SAM_1190SAM_1191SAM_1184 SAM_1186

Xerém, Duque de Caxias (RJ), nunca teve uma catástrofe natural como ocorreu nesta última quinta-feira (03/01). Segundo moradores da região foi uma tragédia imprevisível em Xerém,  local tão bem cuidado pelo município e referência em qualidade de vida para a população da Baixada Fluminense. Mas, que o estado e o e a prefeitura de Duque de Caxias, além de órgãos e instituições religiosas estão mobilizados para atender a todos que ficaram prejudicados e desabrigados da enchente.

SAM_1142

O Prefeito de Duque de Caxias (RJ), Alexandre Cardoso esteve ontem (07/01), no 4º distrito de Duque de Caxias (Igreja Wesleyana da Mantiquira) para coletiva a fim de informar sobre as obras que serão realizadas no local afetado pelo desabamento na última quinta-feira (03/01). Junto a ele, a Defesa Civil, INEA, Cedae, Light e secretarias de Saúde, Obras e Direitos Humanos.

SAM_1243

Segundo a coletiva, serão realizadas as obras necessárias para atender a demanda afetada no local. E o prefeito Alexandre Cardoso afirmou ter o apoio do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, além do diretor da Light, Cedae, INEA, Secretarias de Duque de Caxias, Defesa Civil, Igrejas e Intituições para erguer o local e ajudar as pessoas que perderam seus bens. Junto a isso, o apoio finaceiro que será dado aos desabrigados.

  • A catrástrofe

SAM_1200 SAM_1199 SAM_1197SAM_1196   SAM_1201SAM_1185

Local Rua José de Paula (Xerém)

Dois moradores contaram como ocorreu a catástrofe em Xerém:

SAM_1194

SAM_1180SAM_1171

SAM_1150

Darcy Tavares (70) anos, comerciante e morador do local afetado contou a situação que está vivendo e sobre o desabamento: ” Estamos sem água e luz desde quinta-feira (03). Essa catástrofe nunca havia ocorrido em Xerém. Com a nuvem carregada e a chuva intensa, desceu um Tromba d’água do alto da Serra em direção ao Rio que corta Xerém. Então caiu uma avalanche com árvores, troncos e terra em direção às casas que estavam ao redor. A ponte desabou e prendeu a água como uma represa, que evacoou ao redor alagando e derubando tudo. Foi uma desastre terrível. Minha loja ficou a 1m e meio de água soterrado, fora outros comerciantes.”

SAM_1229 SAM_1222 SAM_1220 SAM_1215 SAM_1213 SAM_1208

SAM_1162SAM_1163

SAM_1166SAM_1164

SAM_1225

Ana Carolina (25) anos, Dona de Casa, moradora faz quinze anos da região. ” O rio é embaixo de minha casa. Era uma cachoeira baixa. Quando caiu a tromba d’água, caiu como uma avalanche (Troncos, areia e água até o centro comercial). Na madrugada de quinta-feira (03/01), estava chovendo muito. Às 16h do dia 02/01 começou a chover. Parou, e às 21h30m começou a chover muito forte. Já às 23h ouvimos um estrondo muito alto e barulhento vindo da serra. Na verdade, foram três estrondos altos. E às 3h da manhã de 03/01, na quinta-feira, a avalanche tomou parte das casas da baira do rio, o comércio e derrubou a ponte principal. Inclusive a minha casa e a dos meus vizinhos. Por fim, fomos para a igreja Assembléia de Deus perto de casa para nos abrigar.”

  • A Mobilização no Distrito

SAM_1135 SAM_1137 SAM_1134 SAM_1133 SAM_1132 SAM_1131

A Igreja Wesleyana na Mantiquira é o ponto principal de apoio aos que foram atigidos na enchete e no desabamento da última quinta-feira (03/01). Foram mobilizados a Defesa Civil; o Corpo de Bombeiros; Guarda Municipal; O Governo do Estado (O Governador do Rio – Sérgio Cabral sobrevoou a região); prefeitura de Duque de Caxias; Além das igrejas locais que abrigaram e abrigam os moradores afetados). As doações estão sendo recebidas em todo o distrito  e igrejas locais (Assembléia de Deus; Wesleyana; Igreja Internacional; e outras). Além dos bancos Santander e Banco do Brasil ( Pedir informação nas agências).

SAM_1128

Luis Carlos, (44) anos, administrador de uma loja (CEMA for girls) na Mantiquira – Xerém, foi uns dos primeiros voluntários a participar do socorro aos moradores da região por ser um dos líderes da Igreja Metodista Wesleyana, da Mantiquira. E afirmou que a igreja foi o ponto inicial para socorrer às vítimas. ” A Igreja Wesleyana foi a primeira instituição em Xerém para socorrer às vítimas da catástrofe. E nunca havia ocorrido antes isso aqui em Xerém. A igreja Wesleyana recebeu os moradores afetados para os primeiros socorros no mesmo dia da catrátrofe. E desde então, tem sido o ponto de apoio principal de Xerém. Tenho um casal de  amigos, e vi o local da tragédia. O carro do meu amigo ficou flutuando dentro da garagem e a casa ficou soterrada por  metros. A água desceu a 70km/h. Quando o pastor da igreja M. Wesleyana (Aguinaldo Valadares) recebeu o primeiro contato dos moradores, logo a igreja abriu para socorrer as vítimas.”

  • A Igreja Metodista Wesleyana de Xerém – Mantiquira

SAM_1136SAM_1130

A Igreja atende aos moradores da catastrofe desde o primeiro dia da tragédia no dia 03/01. No mesmo dia se instalou posto médico; posto de vacinação contra doenças; atendimento médico; vacina; nutricionista; e assistente social. A igreja possui uma sala climatizada com área coberta (300m2).

“A instituição  e suas instalações que salvou as pessoas afetadas. E depois o prefeito Alexandre Cardoso disponibilizou colégios para abrigar as pessoas, um dele foi o Zitão. Hoje, a igreja Wesleyana só recebe as doações, cadastramento dos moradores afetados, vacinas e faz o  atendimento de 08h às 22h. O ponto mais afetado não foi no centro da Mantiquira, e sim a beira do Rio que corta Xerém. “, informou Luis Carlos da Igreja M. Wesleyana.

  • Documentos

Um mutirão da Secretaria Municipal de Assistência Social está fazendo, gratuitamente, a emissão de documentos de identidade e certidões de nascimento e casamento para aqueles que perderam tudo na enxurrada.

A Prefeitura de Duque de Caxias informou que vai solicitar ao Ministério da Integração Nacional o pagamento de aluguel social para, pelo menos, 150 famílias atingidas, no valor de R$550 a R$600. E que segundo moradores irao receber o valor de R$5 mil reais para indenização dos móveis que foram destruídos.

  • Vítimas Afetadas

Segundo dados da Defesa Civil, colhidos às 10h29m do dia (07/01),  ocorreram duas mortes e não há registro de ninguém desaparecido. Foram 118 pessoas desabrigadas e 100 mil pessoas afetadas. E que há dois pontos que estão abrigando as famílias sem casa:

  1. Escola Dr Ely Combat

Rua Rio Grande do Sul nº 17 – Vila Operária -Xerém. Tel: 21 -3777-3112

(110 pessoas; 29 famílias; 22 homens; 10 mulheres; 58 crianças.)

  • Assembléia de Deus – Pastor Lorival

Rua Penha nº 12, próximo à Rodoviária de Xerém – Duque de Caxias (RJ)

(15 pessoas; 03 famílias; 01 homem; 10 mulheres e 04 crianças)

SAM_1239 SAM_1240 SAM_1237 SAM_1235 SAM_1124

  • Doações

José Alfredo (55) Líder do Ministério de Ação da Igreja Metodista Weslesyana – Central da Mantiquira, apela para quem possa fazer alguma doação:

“Precisamos de doações: Óleo; Fraldas Geriátricas; Sal; Fraldas; Material de Higiene; Material de Limpeza; Chupeta; Mamadeira; e quem puder doar alguns eletrodomésticos também para os desabrigados.”

SAM_1146

  • A circulação de veículos

A circulação de ônibus não esta sendo permitida no local. Os ôniibus que iam até o ponto final, estão fazendo o retorno na praça da Mantiquira – Xerém. O acesso ao local, deve ser feito de carro ou mototáxi. E os moradores estão usando máscara por causa da poeira do local para não haver intoxicação pelo ar.

O Telefone de emergência da Defesa Civil de Duque de Caxias é 0800-230199 para qualquer caso de desabamento ou situação de risco.

Entrevista: Cláudio Barbosa

Fotos: Cláudio Barbosa

Texto: Cláudio Barbosa

Fonte: Defesa Civil de Duque de Caxias e equipe de voluntários da Igreja M. Wesleyana  de Xerém – Mantiquira – Duque de Caxias (RJ)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 664 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: